27 de outubro de 2010
Sinopse: Esta é uma história mágica, que transita entre um mundo mítico e um castelo na Transilvânia... Jena, uma garota de 16 anos, seu sapinho de estimação Gogu e suas quatro irmãs guardam um segredo: desde pequeninas, em toda noite de Lua Cheia, fazem sombras com as mãos contra uma pedra, abrindo um misterioso portal para uma floresta mágica, onde dançam com encantadoras e bizarras criaturas fantásticas. Porém, elas não imaginavam que suas vidas mudariam drasticamente: o pai adoece e, por recomendações médicas, vai para uma região onde o inverno é mais ameno. Jena e sua irmã Tati ficam encarregadas de cuidar dos negócios da família no castelo Piscul Dracului. As coisas vão bem até que um trágico acidente deixa tudo fora de controle. Para piorar, sua irmã se apaixonara por uma das misteriosas criaturas da Clareira Dançante da floresta.

"Sabe quando éramos crianças e ouviamos as fantásticas fábulas dos Irmãos Grimm, La Fontaine e vários outros contistas recheados de aventuras e magias. Histórias de princesas encantadas, fadas e bruxas, que nos faziam sonhar.
É mais ou menos essa sensação de nostalgia e um certo retorno ao passado que sentimos ao ler A Dança da Floresta.
O livro é encantado, o inicio da leitura da uma sensação de leveza que prende o leitor e não o deixa de jeito nenhum abandonar a estória que esta sendo contada. Ele realmente leva para outra época e outro mundo.

O rapaz estava em completo silêncio. Aproximei-me mais, inclinando-me para ver melhor. Ele não estava morto, pois respirava. Tinha as feições bonitas; um rosto familiar, com lábios finos e um queixo quadrado. Não, eu pensei. Por favor, não. Ele abriu os olhos. Por entre os cabelos negros, pude ver que eram verdes como a grama. Fiquei apavorada. Aquilo era uma brincadeira cruel de Draguta. Era o lindo rapaz que me perseguira em sonhos desde a Lua Nova. (fragmento)

Desde que Jena foi morar em Piscul Dracului com suas quatro irmãs – Tati, Paula, Stela e Iulia – elas encontraram o caminho para o Outro Reino. Encontraram o portal quando Tati tinha sete anos e Jena seis, e elas frequantavam O Outro Reino há nove anos todos os meses de Lua Cheia. O único que conhecia o segredo delas era Gogu, mas Gogu não falava pois ele era um sapo, o sapo de Jena e seu melhor amigo.
Era mais uma Lua Cheia. No quarto, vestidos e sapatos estavam preparados; bolsas e prendedores de cabelo haviam sido colocados ao lado deles, para que elas pudesse ir mais uma vez dançar no Outro Reino com as criaturas mágicas que lá moravam.
Mas desde que o pai de Jena adoeceu ela sentiu que tudo na vida dela começaria a mudar. No Outro Reino também esperava uma surpresa por elas, nessa noite eles teriam convidados diferentes: Os Seres da Noite.
Quando anunciaram a elas Jena teve um mal pressentimento, Os Seres da Noite eram perigosos, e ela se sentia responsável por suas irmãs, apesar de ser a segunda filha ela era que era a mais racional da familia,
Nessa noite um dos que acompanham Os Seres da Noite coloca os olhos na mais formosa das irmãs, Tati. E nesse momento os problemas de Jena começam a se tornarem infinitos. Tati se apaixona por um suposto Ser da Noite, enquanto o pai de Jena tenta recuperar a saude em outro lugar, seu primo Cezar também começa a mudar, ele passa a se tornar controlador e possessivo em relação a ela e as suas irmãs, tomando os negócios da família e para piorar ele não esquece da morte de seu irmão Costi, a qual culpa aos seres estranhos da floresta e está disposto a destruir tudo para vingar a morte do irmão e Jena tenta encontrar uma forma de pará-lo e proteger a floresta que tanto ama.
Jena se arriscara pela irmã na Lua Nova e descobrirá que nem tudo é um conto de fadas, para salvar a floresta irá atrás da temida bruxa Draguta, enfrentará a tirania do primo e descobrirá segredos inimagináveis.

Esse romance é espetacular, mágico, mesclando a vida entre dois mundos, em uma época em que as mulheres eram aceitas mais pela qualidade em cuidar de uma casa, do que ter uma mente brilhante. Em uma época em que os mitos se misturavam com a realidade, onde eram respeitados e temidos por muitos.
Juliet mostra de uma maneira mágica a luta dessas meninas em manter a própria independencia sem tirar a fantasia de cena.
Um verdadeiro conto de fadas recheado de aventuras, amor verdadeiro, fadas, bruxas e pitadas de terror.
A maneira que ela escreve coloca-nos dentro do mundo encantado da Transilvânia antiga, fazendo assim que o leitor vire o próprio personagem e sinta toda a ansiedade que se passa em cada página do livro até chegar ao grande desfecho.
A escrita refinada de Juliet lembra um pouco a Diana  Waynne Jones (O castelo Animado) – claro que com a sua própria originalidade - e isso fez com que me tornasse fã da escritora.
É uma leitura que vale realmente a pena, na minha opinião não tem falhas, ele é realmente sensacional."

13 comentários:

  1. Adorei a sinopse, mas não vou ler a resenha... fiquei com vontade de ler e, às vezes, as resenhas revelam mais coisas do que precisa...hehehe

    Até mais^^

    Confira o teaser do livro Jardim de Escuridão.
    http://www.youtube.com/user/eraeclipse?feature=mhum

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é fofo... a continuação também é ótima, tenho certeza que você irá gostar!!!
    Eu não conheço essa Diana Waynne Jones... vou me informar mais a respeito...

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  3. Olá! Boa tarde,

    adorei a sinopse, a resenha e capa do livro!
    Pode me dizer aonde eu o encontro?
    Depois, visite o meu blog : www.livrosemaiss.blogspot.com

    Beijos e sucesso com o blog.

    ResponderExcluir
  4. Adorei !
    Fiquei com muita vontade de ler :-)

    Bjs
    Luka

    ResponderExcluir
  5. Eu quero ler esse livro!!! acho essa capa linda!!! Tá na minha lista!!!

    ResponderExcluir
  6. Que estória fantástica, Kézia! É impossível não sentir vontade de lê-lo!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha, me deu vontade de ler mas tenho q dar um jeito antes no meu tempo...

    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Ah essa resenha me fez querer ler, até por que parece bem do estilo que eu gosto. Não conheço Diana Waynne Jones, vou pesquisar também.

    Bjuss

    ResponderExcluir
  9. Hmm... Eu normalmente não me interesso muito por livros de fantasia, mas esse parece ser bom. Sei lá, talvez tenha sido sua empolgação na resenha, rs.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Esse livro está na minha lista. Apesar de fantasia não ser meu tema favorito em livros, as muitas opiniões positivas me balançaram.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Ei Kézia,

    Nossa todo mundo fala tanto deste livro, sou louca para ler mas ainda não tive a oportunidade.

    bjooo

    ResponderExcluir
  12. Preciso ler este livro, todos falam bem dele!!! Adorei a resenha, ja' esta' na minha lista, beijos

    ResponderExcluir
  13. Eu li este livro recentemente...e é maravilhos!!! é impossivel nao gostar, por mim, eu leria novamente!

    ResponderExcluir

Seja sempre Bem Vindo! Obrigada pelo Cometário e pela Visita!

✿ Mídia Social

✿ Artistas

✿ A Blogueira

Minha foto
Paraense de nascimento e gaúcha de coração. Autora do Livro O Coração de Salatiel e escrevendo a Saga Anáriön. Estudante de Engenharia de Software, Chocólatra,Guerreira da Luz, Pianista, Livromaníaca, Cinéfila, Jedi, Grifinoriana, Narniana, Tolkienmaníaca,Juramentada a Casa de Deus, apaixonada por cultura oriental, arte e séries americanas.

✿ Meu Livro

Para adquirir essa obra diretamente comigo, 
entre em contato através do email:
kezialobo@bol.com.br
Avaliação no Skoob

✿ Lendo

Tecnologia do Blogger.

✿ Pop da Semana

✿ Apoio




✿ Leio e Recomendo

✿ Publicidade

✿ Acessos